Tapume, não. Gentileza, sim

A Rua dos Inconfidentes, na Savassi, vai ganhar mais um prédio residencial. No lugar onde funcionava uma tradicional loja de meias e lingerie, será erguido um prédio de 12 pavimentos. Até aí, nada de mais.

A novidade está na decisão que os empreendedores do edifício tomaram em relação aos que passam por aquela rua. Como os preparativos para o início das obras ainda vão levar algum tempo, o normal nesta cidade seria a instalação de um tapume no local.

O pior é que, ao plantar o excludente tapume, a maioria dos nossos construtores nem espera a chegada das máquinas e dos pedreiros. Vão logo tomando a metade – ou mais – dos passeios. Essa agressão pode durar meses, às vezes anos, antes que a obra comece. A vizinhança e os pedestres que se virem.

Não foi o que se fez naquele ponto da Rua dos Inconfidentes. Em vez do tradicional tapume, os construtores do projetado edifício abriram uma galeria de arte acessada por rampas de inclinação suave.

O muro lateral ganhou suportes de madeira para um moderno jardim vertical. Tudo parece convidar a uma pausa no sufoco do dia a dia.

Quem aceita a sugestão é recebido, ainda no jardim, por uma espetacular rosa do deserto (adenium obesum) em plena floração. É planta relativamente rara entre nós. Tem esse nome em razão de seu grosso caule, que funciona como um cantil para garantir a beleza de suas flores, delicadas como a mais pura seda.

No interior da Galeria Casa Mirador (este é o nome), está em exposição belo trabalho fotográfico que registra interessantes detalhes de casas e jardins. Brevemente, a galeria poderá receber, também, a produção de artistas plásticos. Ninguém paga nada para entrar.

O tradicional tapume certamente custaria bem mais barato que o jardim e a galeria. Mas o retorno em simpatia não tem preço. É mais uma gentileza urbana a servir de exemplo.

Pedro Lobato

Pedro Lobato

Jornalista

2 comentários em “Tapume, não. Gentileza, sim

  • 26 de janeiro de 2017 em 21:23
    Permalink

    Pedro, Leon Myssior da CASAMIRADOR aqui. Adoramos o seu post e, mais importante ainda, honrados com os elogios!
    Venha nos visitar para falarmos mais sobre gentileza urbana e “ativações” da cidade.
    Um abraço

    Resposta
    • Pedro Lobato
      26 de janeiro de 2017 em 22:55
      Permalink

      Obrigado. Sim irei qualquer dia. E,mais uma vez, parabéns pela iniciativa e pelo bom gosto.
      Um abraço
      Pedro Lobato

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *